NF-E de Entrada

O QUE É?

De forma prática, nota fiscal de entrada é o documento para comprovação fiscal da movimentação de mercadorias recebidas, ao contrário da nota fiscal de saída, que é quando você vende algo.

Como toda movimentação de mercadoria precisa de uma nota fiscal para documentação, essa movimentação de entrada também precisa. Por isso, é emitido esse tipo de nota.

PARA QUE FOI FEITA?

Quando uma mercadoria é adquirida ou retorna, muitos esquecem que também é necessário emitir uma nota, só que desta vez uma nota fiscal de entrada ou de compra. Assim como a de venda, ela precisa ser registrada e armazenada.

A nota de entrada é Tanto o fornecedor quanto o comprador tem responsabilidade de emitir a nota. No caso do comprador, ela ocorre quando:

  • Ele dá entrada em um produto importado, pois a nota fiscal da empresa estrangeira não tem valor em território nacional;
  • O vendedor não é obrigado a emitir um documento fiscal;
  • Ele adquire um produto arrematado ou adquirido em leilão ou concorrência promovido pelo poder público;
  • A empresa compradora assume o compromisso de retirar ou transportar a mercadoria.

É importante ressaltar que uma nota fiscal de entrada não está restrita à compra de um produto, pois também serve para outras situações em que há movimentação de mercadoria. Confira quais são elas:

  • Quando a empresa emite uma nota fiscal de saída, mas o cliente devolve a mercadoria. Ao recebê-la, é necessário emitir uma nota fiscal de entrada – e registrá-la novamente no estoque;
  • Quando ocorre o chamado retorno de industrialização, realizado por um profissional autônomo ou avulso;
  • Quando a mercadoria tiver saído unicamente para uma feira ou exposição ao público e retornar à empresa.

COMO EMITIR?

A emissão da nota fiscal tem duas opções: importação e emissão.

  • Importação de nota fiscal: É quando a empresa que vendeu a mercadoria para você fornece a NF-e. Nesse caso, você vai importar o arquivo XML da nota fiscal, registrando a entrada no controle tributário e também no estoque.
  • Emissão de nota fiscal: Você próprio emite a nota fiscal que comprova que a mercadoria entrou ou voltou para a sua empresa, processo que acontece nos casos que listamos anteriormente. Nessa situação, o caminho é o mesmo que o utilizado para emitir uma nota fiscal de saída.

Então, quando ocorrer algum dos casos acima descritos em uma entrada de mercadoria, você pode emitir uma nota de entrada.

Além disso, é necessário sua empresa ter o certificado digital, que é a assinatura de sua empresa em documentos eletrônicos.

Após ter o certificado digital, é necessário credenciar sua empresa para emissão de nota fiscal eletrônica, na SEFAZ do seu estado.

E então, comprado o certificado e credenciado sua empresa para emissão de notas, é necessário buscar um software emissor de NF-e.

Veja abaixo como é simples emitir uma NF-e de Entrada pelo sistema de gestão NFSERVICE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.